Wednesday, October 8, 2008

Noites de terror - mais um capítulo

Lembra-se quando comentei que tava na maior TPM e que o "fantasy football" que o Kurt estava participando era uma das causas?
Então, fiquei de explicar o que era e nunca o fiz. Vou tentar porque é um negócio meio confuso, principalmente pra nós brasileiras que nem sabemos nada de "football" (leia-se futebol americano).
Meu marido chega pra mim um dia e começa a contar sobre o tal futebol fantasia (traduzindo ao pé da letra!!!). Disse que alguns amigos jogavam e que as esposas detestavam porque ao invés de querer assistir ao jogo somente do time de coração, queriam assistir a todos os jogos e ainda às reprises e comentários chatérrimos (humm, ele tava falando dos homens lá de casa com futebol??!! Soou bem familiar pra mim!). Disse que nunca participou porque achava meio nerd, em resumo, meio que meteu o pau e me deixou com uma ligeira má impressão do tal futebol fantasia.
Eis que menos de uma semana depois, hubby se aprochega de novo, de mansinho, e diz que os amigos dele criaram uma liga de futebol fantasia. E eu: "ahhhh, e isso significa que você vai participar?!". E ele: "É, sabe como é, todos estão participando, eu meio que não tive como falar que não". Hammm, ham, ok, comprei essa sua história!!! Fiquei meio chateada mas não criei caso. Chateada porque ele mesmo me passou uma má impressão do negócio e depois vem me dizer que vai fazer também.
Well, como sou da filosofia de que Kurt deve fazer o que lhe faz bem e o deixa feliz (sometimes!), deixei o assunto de lado e fui viver minha vida. Porém, o negócio começou a virar um pesadelo. Não existia outro assunto na face dessa terra, eu já não aguentava mais ouvir nadinha de nada sobre futebol americano.
É assim: eles formam uma liga com um número par de participantes (os amigos no caso). Cada um paga uma taxa pra participar. Antes do campeonato verdadeiro começar eles escolhem uma série de jogadores de cada time real e formam o seu próprio time virtual. Cada semana eles escalam seu time e jogam contra o time do outro colega, formando-se assim um campeonato virtual paralelo. Eles tem um site que monitora os pontos. Se o jogador do time deles vai bem no real campeonato naquela semana, eles marcam pontos. No final de tudo quem ganhar mais ganha o dinheiro todo arrecadado da taxa inicial. Deu pra entender? Se não, não fica se achando burra não, também custeiiiiiiiii a entender. E nem vale a pena perder mais tempo explicando nada aqui. Em resumo: é um SACO!
A única coisa boa de tudo isso é que o hubby (numa tentativa de me comprar) disse que se ele ganhar o dinheiro é todinho meu! Uhuuuuuuuuuuuuuuu, sapatos e mais sapatos!!!!
O indivíduo está fissurado nisso. Passa a semana confabulando que time vai escalar e o domingo e segunda se mordendo querendo assistir futebol americano o dia inteiro. Digo se mordendo porque eu não deixo. Nem que vou passar meus dias de folga assistindo aquela porcaria. 1 jogo tudo bem, mais que isso causa aversão total à pessoa dele.
Aí o que acontece quando hubby fica fissurado numa coisa???????
Sonha de noite! E quem paga o pato???????
Euzinha mesma!
Noite passada ele dormiu super cedo e eu fiquei acordada pra tentar assistir ao debate presidencial. De repente ele acorda e diz:
"Agora você vai ter que colocar seu time em campo"
Eu pensando: ai meu Jesus Santíssimo, será que ele tá querendo que eu inicie um tchaca-tchaca agora mesmo???? Tava tão afim de ver o debate. Ta tão frio pra tirar a roupa. Nemmmmmmmmmmmm... E digo:
"Do que você está falando?"
Ele: "do seu time fantasia".
Eu pensando: que preguiça disso, agora até pra nhanhar o indivíduo me usa termos dessa porcaria de futebol. Agora que não inicio nada mesmo. Vai ficar deitadinho esperando!
Eu: "de que time você está falando?"
Ele um pouco nervoso: "do seu time horas, seu time de futebol fantasia".
Eu: "mas eu não tenho time", eu caindo na real que ele tava ainda meio que dormindo.
Ele: "tem sim Izabela".
Eu: "Kurt, vc tá sonhando? Eu não tenho time nenhum".
Ele: "não tô sonhando não", nessa hora ele se levante e vai ao banheiro e eu penso, pronto, agora ele acorda direito e pára com essa história. Quando ele volta eu pergunto do que ele tava falando.
Ele ainda nervoso: "eu não vou mais explicar não Izabela".
Eu: "ahhh mas vai, que time que eu tenho me mostra?"
Ele: "olha ali (apontando pra TV), olha no nbc.com".
Eu: "na TV não tem nenhum nbc.com!!" e começo a rir...
Ele: "Izabela, pára de rir, não tem graça nenhuma, olha no computador"
Eu: "Baby, você está sonhando" Ainda rindo muito...
Ele: "Pára de rir agora, não tô sonhando nada, não tem graça nenhuma"
E eu fico PUTA da vida e mando ele se calar e voltar a dormir então.
Hoje ele me diz que não se lembra de nadica de nada disso!
Eu mereço!

3 comments:

Jana said...

To morrendo de rir !!!!!!!!!!!

cris said...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
que pesadelo! bom demais!
me divirto messssmo! bjbjbj

Camila said...

haha nossa senhora!
que louco! eu, particularmente, morro de medo de ver gente falando enquanto dorme... dá um nervoso danado!
Bjao!