Wednesday, December 3, 2008

Será que sou exagerada?

Posso dizer que já me acostumei bem com o clima daqui. Como já disse antes, continuo odiando o frio, mas não fico pra morrer igual quando cheguei.
Claro que quando cheguei não tinha carro e tinha que pegar ônibus ou andar pra todo lado e isso não ajuda. Hoje em dia as coisas são mais fáceis, mas o estacionamento do trabalho fica a 2 1/2 quarteirões do prédio e temos que andar um poquitcho (não tô reclamando, a Jana anda muito mais tadinha!). Só pra explicar que não morro de frio como antes, mesmo na minha pequena andadinha.
Claro que me agasalho e a gente acaba aprendendo os pontos do corpo que precisam ser cobertos, como orelha, pescoço, etc.
Mas tudo isso pra dizer que o povo daqui me acha meio exagerada. A começar pelo Kurt, que já nem comenta muito. Eu que sou neta de D. Emília, sobrinha de Tia Bete e filha de Elce, agasalho o Gabe bem agasalhado pra não deixar o bichinho pegar "friági"!!! Não acho que o frio por si só vai fazer ele ficar doente, mas não quero ver a boquinha dele toda rouxa também... Então hoje de manhã liguei a TV e eles anunciavam um dia bem ameno, de temperaturas razoavelmente agradáveis, tais como 6 a 8 graus (uhuuuuuuuuuuu). Só que falavam que ainda tava um frio do cacete lá fora, -5 graus. Gente, isso é frio pra caramba, né não?
Coloquei o Gabe de casaco mini boneco de neve e touca protetora dos ouvidos. Ainda fiquei meio contrariada que não pus luvas, mas ele detesta. Desde a hora que ele acordou eu falei que tava muito frio lá fora, pra já ir preparando os espíritos e ele ficava dizendo que não, que tava era quente! Quando abri a porta ele disse: "Yes, it's very cold!!" e ficou todo impressionado com o gelo que se formou em volta do carro. Aí me chego na escola e um pai de um coleguinha dele me solta (traduzido, claro): "nossa Gabe, vc ta vestido pros árticos!". Me deu uma raiva! Vontade de perguntar, hei, seu filho não sente frio não, porque o meu sente!
Aí eu fico pensando se ele vai crescer uma coisinha friorenta, bisneto de D. Emília, ou se devo deixar ele ser um nativo desses que quase não sente frio..... (já sei o que vcs pensam: não deixa o bichinho "pegá friági" não!!!)

Ahhhhhhhhh e antes que me esqueça, vocês que me chamavam de Sandy, andam muito pudicas. Vê só, horrorizar com um pensamento tão construtivo e filosófico como o das lentes de contato. Vai dizer que não é a mais pura verdade?!!!

3 comments:

cris said...

Me vi passando pela mesma situação que vc. Sobrinha neta de D. Emilia e neta puríssima da D. Edina, a mais friorenta do planeta universal, eu não fico pra trás.
Theo que o diga, o bichinho vive suado, mas tb não o deixo pegar "friági". Nasci e cresci ouvindo a fama dessa tal "friági" e do mal que ela faz a saúde.
Ainda bem que o Theo tem o Leo pra dar uma controlada nos meus exageros de roupa, e olha que muitas vezes ainda fico brava, ma achando a única personal stylist do meu filho! But... o que ele não vai pegar é a tal da "friági". Boa Bé!
Bjbjbjbj saudade

Anonymous said...

será que santa claus vai vim trazer presentes (do outlet) pra nós?
aqui ele nao precisa usar roupa de frio...

bju

ps.: zé pião mandou falar proce parar de bestájiii e não ficar falando "friági" por aí...

Jane said...

Be, vc esqueceu de dizer que além de ser bisneto da Vó Emília, sobrinho da tia Bete e neto da Vó Elce, ele é sobrinho da tia Jane, a que mais sente frio no planeta!!!! Depois da vó Emília, é claro!